SoluçõesCasesAcademiaBlogTalentosInstitucional
Saúde/SeguradoraVarejo/Serviços

Variáveis demográficas: como utilizar em estudos de expansão

Você sabe o quanto as diferenças no perfil da população impactam nos seus negócios? Confira, e veja como a inteligência geográfica pode te auxiliar nisso

As variáveis demográficas estão entre os principais fatores que fazem empresas de diferentes segmentos e portes terem sucesso em suas estratégias.

Isso porque, com dados a respeito do perfil da população e sua distribuição territorial, torna-se muito mais certeiro o local onde uma loja deve ser aberta – no caso do varejo – ou mesmo produtos serem vendidos.

Para que isso funcione, é necessário ter dados precisos de inteligência geográfica de mercado, permitindo a mensuração do potencial de penetração da companhia em seu segmento de atuação.

Neste post, falaremos a respeito de como é possível realizar análises como essas.

variaveis-demograficas-2

Identifique variáveis demográficas de renda

No Brasil, a principal forma de mapear esse tipo de atuação é por meio do OnMaps, software líder no segmento e desenvolvido por nós, da Geofusion, com acesso a milhares de informações, extraídas de fontes públicas e privadas de alta confiabilidade.

Para estudos que envolvem demandas pontuais e complexas, possuímos também uma Consultoria, composta pelos maiores especialistas do setor, sempre dispostos a auxiliar as companhias a realizarem o extraordinário em seus objetivos.

New Call-to-action

 

E como nosso ecossistema dinâmico e a equipe de profissionais fazem isso? Há várias maneiras, e vamos mostrar algumas delas.

No exemplo abaixo, consideramos uma clínica de saúde com interesse em aumentar sua atuação na região sul do País. Mas com um detalhe: seu foco estaria apenas nos municípios com mais de 50 mil habitantes.

Com apenas alguns cliques, não apenas identificamos quais seriam esses territórios, como ainda filtramos os que mais se destacam com essas características.

Neste caso, as principais cidades seriam Curitiba, Porto Alegre, Joinville, Londrina, Caxias do Sul, Florianópolis e Maringá. No entanto, é possível ir além nas análises.

variáveis-demograficas-onmaps

Principais municípios com mais de 50 mil habitantes na região sul do Brasil


Estude escalas geográficas precisas

Essa mesma empresa poderia dar maior acuracidade às análises com outras variáveis demográficas e territoriais.

Isto é, considerando o custo de seus serviços ou mesmo o perfil predominante dos clientes que passam por essa clínica, ela conseguiria encontrar locais em que existe concentração de pessoas com essas características.

Um caso desses é a renda média domiciliar, fator que costuma ser influente nas assinaturas de planos de saúde.

Com inteligência geográfica, o usuário consegue encontrar onde há um público aderente a isso conforme diferentes escalas geográficas – ou seja, não apenas por municípios, mas também bairros ou até mesmo setores censitários.

Na representação abaixo, optamos por descobrir os locais com maior quantidade de pessoas que possuem poder aquisitivo acima de R$ 2.424 por mês – o que classificamos como classe C1.

Para isso, filtramos por microáreas, as quais são delimitações territoriais que consideram aspectos em comum de uma população presente em um determinado lugar em conjunto com as barreiras geográficas – como pontes, rios, entre outras.

Então, segmentamos ainda mais para saber quais as que mais se sobressaem. Os resultados foram as regiões de Trindade e central de Florianópolis (SC), assim como Batel e Cabral, em Curitiba (PR).

variáveis-demograficas-onmaps

Microáreas com maior população possuindo rendimentos mensais acima de R$ 2.424 na região sul do Brasil


Entenda diferenças por idade

No entanto, os resultados que obtivemos nos mapas anteriores mudam quando buscamos por dados diferentes.

E o que isso significa? Basicamente, que as melhores oportunidades dependem dos critérios que utilizamos para medição.

Se essa clínica fosse especializada em determinadas enfermidades mais comuns em pessoas mais velhas, esse fator deveria ser considerado em sua expansão, já que ela teria que se concentrar onde houvesse uma população de faixa etária mais alta.

Conforme mostramos na ilustração abaixo, essa mudança nas variáveis demográficas implica em nuances também nesse mapeamento de mercado e, portanto, nos territórios aos quais se torna necessário dar atenção.

Em outras palavras: se antes os lugares mais auspiciosos estariam nos municípios de Florianópolis e Curitiba, neste caso apenas a capital paranaense permaneceria.

Se filtrados aqueles com maior quantidade de pessoas acima de 50 anos, as microáreas que se destacam passam a ser Petrópolis Sul e Centro de Joinville (SC), e Vila Jardim, situada em Porto Alegre (RS).

Microáreas com maior população possuindo rendimentos mensais acima de R$ 2.424 na região sul do Brasil


Compare mapas e dados

Portanto, como lidar com essas variações nos resultados, quando as oportunidades são tão diversas?

Uma forma de fazer isso é comparando as áreas que se ressaltam, elencando um ou mais critérios para tomada de decisão.

E para isso, tanto o OnMaps quanto nossos especialistas possuem as informações necessárias que farão a empresa realizar o extraordinário em seu mercado.

No relatório que extraímos abaixo, Batel fica no topo em quase todas as análises. Mas caso a companhia em questão tenha interesse em abrir unidades também em outras regiões, pode encontrar variáveis demográficas indicando outros caminhos adicionais.

Se o fator de desempate for a quantidade de habitantes, então Petrópolis Sul se torna uma microárea com alto potencial.

Entretanto, se o interesse estiver principalmente onde as pessoas mais pretendem gastar com serviços de saúde, como consultas, exames e hospitalização, então o foco deve ser na Vila Jardim.

Comparativo de microáreas estratégicas em Florianópolis (SC), Joinville (SC), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR)


Nesses indicadores que apontamos, visamos estudar poucos aspectos, e com certas especificidades correspondentes à estratégia.

Mas dependendo dos objetivos que essa clínica – ou qualquer outra empresa – tiver, existem maneiras ainda mais diversas de trabalhar. São alguns deles:

  • Estabelecer um índice a partir de todas as variáveis;
  • Acrescentar fatores comportamentais, como a quantidade de pessoas que circulam no território;
  • Verificar a presença da concorrência nos locais de interesse.

E muito mais.

Em nossos canais, possuímos conteúdos que auxiliam você a entender essas oportunidades, e obter cada vez mais resultados em seus negócios.

Quer saber mais? Sugerimos que comece por este aqui:

New Call-to-action

Veja também

Varejo/Serviços
20.01.2022 | Por Victor Melo | 10 min

Franquias de fast food: saiba usar o geomarketing para expansão

Descubra como dados geográficos podem potencializar a participação de mercado da sua rede

Leia mais
EnsinoFinanceiroImobiliárioIndústria de Bens de ConsumoMídia OOHSaúde/SeguradoraVarejo/Serviços
13.01.2022 | Por Victor Melo | 10 min

10 tendências de mercado para 2022

De maior foco em práticas sustentáveis ao desenvolvimento de tecnologias imersivas, veja o que esperar no mundo corporativo neste ano

Leia mais
Varejo/Serviços
16.12.2021 | Por Victor Melo | 10 min

Tipos de público-alvo: conheça 5 análises de mapeamento

Entenda como a inteligência geográfica de mercado te auxilia a descobrir exatamente onde está o seu cliente ideal

Leia mais