SoluçõesCasesAcademiaBlogTalentosInstitucional
EnsinoFinanceiroImobiliárioIndústria de Bens de ConsumoMídia OOHSaúde/SeguradoraVarejo/Serviços

7 dicas de livros sobre estratégia e inteligência de mercado

Que tal aproveitar o tempo livre para conhecer alguns livros sobre inteligência de mercado e aplicabilidade de dados estratégicos?

Separamos uma lista com dicas para te ajudar a aprender as melhores formas de utilizar esses novos conhecimentos em seu trabalho:

Marketing 4.0: do tradicional ao digital

Conhecido como o pai do marketing, Philip Kotler é amplamente estudado na área, em universidades de diversos países.

O autor, que já havia publicado livros sobre as mudanças e diferenças entre as estratégias 1.0, 2.0 e 3.0, apontando os impactos de novos canais e tendências nelas, analisa desta vez o marketing 4.0.

O estudo observa a importância que a conectividade passou a ter, orientada então com base em métricas e em jornadas do consumidor.

Data Science para negócios

Escrito pelos especialistas em Ciência de Dados, Foster Provost e Tom Fawcett, este livro explica os conceitos fundamentais da área e como funciona a mineração de dados.

A obra é voltada especialmente para quem quer entender melhor sobre o assunto e obter insights para estratégias, sem necessidade de ser um especialista técnico ou estatístico.

É um dos mais vendidos da Amazon na categoria Computação, Informática e Mídias Digitais.

A estratégia do Oceano Azul

Com frequência, as empresas ficam tão focadas em vencer suas concorrentes, que deixam passar oportunidades de mercado ou simplesmente nem tentam investir nelas.

oceano azul consiste justamente no contrário. Isto é, aproveitar mercados que até então não foram explorados, gerar valor para o cliente e obter alta lucratividade.

Os autores, W. Chan Kim e Renée Mauborgne, são integrantes do Fórum Econômico Mundial e ganhadores de diversos prêmios globais de estratégia empresarial.

O herói e o fora da lei

Você sabe como ideias da psicanálise podem ser aplicados no trabalho diário de marketing? Neste livro, as autoras Margaret Mark e Carol Pearson explicam.

Na obra, elas aplicam o conceito de arquétipo de Carl Jung para mostrar como determinados padrões de comportamento humanos podem ser identificados no público e aproveitados pela marca.

Imagens comuns em diferentes culturas, como a do sábio, do rebelde, entre outras, possuem características que são úteis para a venda de produtos ou difusão de determinada percepção que se queira ter por parte da empresa.

New call-to-action

O dilema da inovação

Investir em novas tecnologias nem sempre é a melhor opção. Isso é o que defende Clayton Christensen, professor da Harvard Business School.

Em seu livro, o autor estuda casos de empresas que seguiram por esse caminho e procura descobrir por que algumas fracassaram e outras obtiveram sucesso.

Christensen apresenta então formas de avaliar o risco do profissional ver a própria estratégia naufragada, e quando é ou não a melhor opção ouvir os clientes em meio a cenários suscetíveis a rupturas.

Estratégia competitiva

Michael Porter, também professor de Harvard, é quem criou o conceito das forças competitivas a serem analisadas nas estratégias das empresas.

Ele possui várias obras sobre o tema. Entre elas, estão “Vantagem competitiva” e “Estratégia competitiva”, nas quais explica os aspectos nos quais as empresas devem se atentar para terem destaque no mercado.

poder de barganha, a rivalidade entre competidores de um mercado, a diferenciação e o custo de produção são alguns dos temas abordados nas obras do autor.

livros-sobre-inteligencia-mercado-2

O mítico homem-mês

Este é um dos livros recomendados por Jeff Bezos, CEO da Amazon, e trata a respeito da gestão de equipes de desenvolvimento de softwares.

Nele, o engenheiro Frederick P. Brooks, baseado em sua experiência como gestor na IBM, disserta sobre a força de trabalho empregada em grandes projetos, e compara com a divisão de tarefas realizada nos pequenos.

As equipes menores, de acordo com o autor, apresentam melhores resultados. Isso porque conseguem manter melhor a integridade conceitual dos projetos, havendo menos dificuldade na comunicação, como no caso de forças de trabalho maiores.

Gostou das dicas? Além delas, ainda possuímos vários materiais que ajudam a ter insights orientados em dados para resultados rápidos e precisos. Dê uma olhada neste aqui:

New call-to-action

Veja também

Varejo/Serviços
21.10.2021 | Por Victor Melo | 10 min

Qual a vantagem de usar dados digitais para expansão?

Descubra como ferramentas de mapeamento otimizam esse processo e aumento os resultados da sua empresa

Leia mais
Varejo/Serviços
07.10.2021 | Por Victor Melo | 10 min

Canibalizar lojas? Conheça 5 cenários e ações a adotar

Saber a distância aceitável entre duas lojas de uma mesma rede não é fácil. Saiba como a inteligência geográfica de mercado pode te auxiliar a tomar as melhores decisões quanto a isso.

Leia mais
Notícia
30.09.2021 | Por Victor Melo | 10 min

Confira os principais insights do Geotrends 2021

Leia mais