SoluçõesCasesAcademiaBlogTalentosInstitucional
Ensino

Descubra 3 estratégias para captação de alunos com dados geográficos

Saiba como a inteligência de dados auxilia a encontrar os perfis mais aderentes à sua IES

Para quem trabalha com Instituições de Ensino Superior, as estratégias para captação de alunos se tornaram desafios ainda maiores do que o comum nos últimos tempos.

Além da necessidade de encontrar aqueles que possuem o perfil mais aderente à organização, em meio à pandemia foram feitas diversas mudanças de calendário que impactaram nas perspectivas tanto de profissionais quanto de possíveis estudantes.

Por um lado, foi notável durante o período um crescimento no interesse pelas modalidades à distância, principalmente para quem tinha a intenção de se matricular dentro de um prazo menor.

No entanto, como aponta pesquisa realizada pela Educa Insights em parceria com a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes), o aumento na velocidade da vacinação da população tem impactado nos planos letivos.

Enquanto as pessoas que já se vacinaram pretendem se matricular já na metade de 2021, as que ainda não estão nem parcialmente imunizadas preferem adiar essa decisão para o ano que vem.

Diante deste cenário, independentemente do quão imediatas forem as estratégias para captar alunos, é notável que a corrida para a volta às aulas está se acelerando – e, portanto, as oportunidades para o segmento também.

Pensando nisso, é importante saber avaliar toda essa complexidade para conseguir os melhores resultados não apenas na atualidade, mas nos próximos anos também. E a inteligência geográfica é o que pode te fazer chegar lá.

estrategias-para-captacao-de-alunos-onmaps-2-min-min

Estratégias para captação de alunos: fique à frente do mercado

Para saber onde estão os estudantes que melhor correspondem ao perfil da instituição, grandes empresas do segmento usam o OnMaps para fazer suas análises.

Trata-se da ferramenta líder de mercado que permite acesso a milhares de dados de inúmeras fontes confiáveis diferentes, tanto públicas quanto privadas, possibilitando um cruzamento preciso de informações relevantes.

Com esses recursos, os usuários conseguem literalmente mapear lugares estratégicos para poder direcionar suas ações.

New Call-to-action

No caso das instituições de ensino superior, convém observar algumas características significativas dos ingressantes. Isso pode ser estudado a partir de dados internos ou recorrendo a estudos do setor.

No exemplo que utilizaremos neste post, consideramos como foco um público-alvo que estaria no ensino médio, de preferência prestes a se formar, e com intenção de entrar na graduação logo após o fim do ciclo básico. Veja mais abaixo.

estrategias-para-captacao-de-alunos-onmaps-3-min

1. Mapeamento cruzando séries x escolas

Utilizando o OnMaps, diferentes formas de análises são possíveis para encontrar o público desejado com essas características. No Gif abaixo, optamos por localizar onde existem escolas com alunos no último ano do ciclo básico, isto é, o terceiro ano.

Para isso, filtramos apenas o município de Manaus (AM), mas outras escalas geográficas também são passíveis de estudo – como estados, bairros e até mesmo quarteirões.

Como é possível perceber, existem no município 989 instituições que atendem a este perfil, estando contempladas neste número tanto as públicas quanto as privadas.

No entanto, este é apenas o início da definição do planejamento.

estrategias-para-captacao-de-alunos-onmaps-1-min


2. Questione o mesmo que o seu público

Para elaborar boas estratégias de captação de alunos, é preciso ainda entender como eles irão pensar no que diz respeito à escolha da melhor universidade em que forem se matricular.

Isso significa levar em consideração algumas variáveis. Por exemplo:

  • Onde esses possíveis estudantes moram?
  • Em qual região eles trabalham?
  • Em que faixa de renda se situam (poder aquisitivo mais alto, médio ou baixo)?
  • O quão grandes são as distâncias que precisam percorrer?
  • Há outras opções de estudo no entorno dos lugares interessantes?

Existem muitas formas diferentes de responder a essas perguntas. Algumas delas são: analisar a base de dados da sua instituição sobre os alunos que já possui, realizar pesquisas de mercado ou utilizar ferramentas como o OnMaps.

Ainda no exemplo de Manaus, podemos imaginar uma universidade que possua unidade na avenida Joaquim Nabuco, onde existe concentração significativa de instituições de ensino superior.

No mapa abaixo, nota-se isso pelas estrelas amarelas, as quais representam as faculdades privadas – enquanto as estrelas verdes nós usamos para identificar as públicas.

Nossa unidade fictícia em específico está indicada em preto. A partir dela, traçamos ainda a área que seria correspondente a um deslocamento de 15 minutos de carro.

Mantendo os pontos em vermelho referentes às escolas onde é possível investir em estratégias de captação de alunos, o mapa ficou desta forma:

estrategias-para-captacao-de-alunos-2

Para esse mapeamento, tivemos como base algumas das premissas que mencionamos. Isto é, de que o estudante procuraria estudar em um lugar ao qual conseguisse chegar com facilidade, considerando ainda os concorrentes estabelecidos no entorno.

Apenas com esses fatores, já é possível identificar locais em que seria interessante se atentar no que diz respeito às estratégias para captação de alunos. Mas também dá para saber ainda mais.

3. Aproveite o fluxo de pessoas ao redor

Ainda que haja uma variedade de locais passíveis de obter um bom retorno nessas ações, como decidir qual é melhor quando não há uma equipe muito grande para direcionar?

Neste caso, cada empresa segue de acordo com seus fatores de relevância. No entanto, um indicador comum utilizado por elas consiste em encontrar pontos estratégicos próximos a polos geradores de tráfego.

Isso não apenas no setor de ensino, mas também no varejo, em divulgações de mídia out of home, entre outros. No vídeo abaixo, explicamos por que a análise desse dado é tão importante:

Além desses fatores, vários outros ainda são passíveis de entrar na análise. Por exemplo, uma ferramenta como o OnMaps permite que seja estimado o quanto os moradores de determinado território pretendem gastar com matrículas e mensalidades.

A renda por faixa etária também é outro aspecto que entraria facilmente no estudo, uma vez que isso frequentemente está relacionado à instituição ou mesmo aos cursos que ela oferece.

Independentemente dos fatores de relevância elencados, o uso de inteligência geográfica é o que está por trás do sucesso de muitas estratégias realizadas por grandes players do mercado. Quer saber mais sobre isso? Acesse nosso material exclusivo:

New Call-to-action

Veja também

Varejo/Serviços
21.10.2021 | Por Victor Melo | 10 min

Qual a vantagem de usar dados digitais para expansão?

Descubra como ferramentas de mapeamento otimizam esse processo e aumento os resultados da sua empresa

Leia mais
Varejo/Serviços
07.10.2021 | Por Victor Melo | 10 min

Canibalizar lojas? Conheça 5 cenários e ações a adotar

Saber a distância aceitável entre duas lojas de uma mesma rede não é fácil. Saiba como a inteligência geográfica de mercado pode te auxiliar a tomar as melhores decisões quanto a isso.

Leia mais
Notícia
30.09.2021 | Por Victor Melo | 10 min

Confira os principais insights do Geotrends 2021

Leia mais